icone do telefone

(85) 3283-5959

Hábitos saudáveis aumentam chances de ser um potencial doador de sangue

A doação de sangue é um ato voluntário que salva vidas. Para ajudar o próximo, além da boa vontade, é preciso estar com a saúde em dia. O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará, Hemoce, da rede pública do Governo do Ceará, relembra que alguns cuidados são importantes para ser saudável e se tornar um doador de sangue.

Cerca de 300 pessoas por dia se candidatam à doação nas unidades do Hemoce em Fortaleza e no interior do Ceará. De acordo com o Ministério da Saúde, para se candidatar à doação de sangue é necessário atender alguns critérios básicos. Alguns deles são: ter entre 16 e 69 anos de idade, estar saudável, bem alimentado, manter um peso adequado (a partir de 50kg) e apresentar documento de identificação oficial e com foto.

Antes da coleta do sangue, os voluntários passam por diferentes etapas para que sejam avaliadas as condições de saúde naquele momento. Uma delas é a pré-triagem, onde profissionais do hemocentro verificam o peso, pressão arterial e hemoglobina do candidato. “Ainda durante a pré-triagem, pode acontecer de o candidato ser considerado inapto para a doação. Um dos casos mais comuns da inaptidão no sexo feminino é a hemoglobina abaixo do nível ideal para a doação”, diz Nágela Lima, coordenadora da captação de doadores do Hemoce.

Para realizar a doação é necessário que os homens apresentem hemoglobina maior ou igual de 13g/dl e as mulheres um valor de 12,5g/dl. No Hemoce, em 2018, a anemia foi responsável por 25,97% das inaptidões nas candidatas do sexo feminino. No público masculino, a porcentagem cai 2,30% do total de inaptidões. A hematologista Luany Mesquita explica porque o índice é mais alto entre as mulheres.

“A perda de sangue das mulheres no ciclo menstrual pode ocasionar uma redução dos níveis de ferro e acarretar queda de hemoglobina. Porém, a menstruação não é impedimento para doar sangue se a candidatada estiver com os índices adequados”, afirma.

A hemoglobina precisa do ferro para se manter em alta. Se estiver abaixo de valores pré-determinados, está relacionado ao diagnóstico de anemia. Por esse motivo, e para proteger a saúde do candidato, não é possível realizar a doação de sangue quando essa situação acontece. No Hemoce, os candidatos inaptos por essa condição são orientados a procurar um serviço de saúde para fazer uma avaliação clínica, investigar e tratar a causa da hemoglobina baixa e uma possível anemia.

Como aumentar a ingestão de ferro na alimentação
A nutricionista do Hemoce Samantha Paiva aponta que a ingestão de alguns alimentos ajuda na prevenção da anemia. “As carnes vermelhas possuem grande quantidade de ferro, que é facilmente absorvido. Vegetais de folhas escuras e as leguminosas como feijão, grão de bico e lentilha também são ricos em ferro, porém precisam de vitamina C adicionada à alimentação para haver absorção do ferro contida nelas”, orienta.

Doe sangue e salve vidas
O sangue doado no Hemoce abastece a demanda transfusional de mais de 450 unidades de saúde no Ceará. As bolsas de sangue são utilizadas em transfusões, cirurgias e no tratamento de pacientes com câncer e nos atendimentos de urgência e emergência em todo o Estado.

Fonte: Secretaria de Saúde do Estado do Ceará

04 de Julho de 2019

Labtécnica Produtos Para
Laboratório Eireli ME

Av Treze De Maio 255 - A - Fátima
Cep 60040-530
Tel. (85) 3283-5959
CNPJ - 03.183.450/0001-55
IE - 06.284.538-1
Fortaleza - Ceará
labtecnica@labtecnica.com.br

Filial 1
Juazeiro Do Norte - Ceará
Av. Antônio Sales, 282
Conjunto Novo Juazeiro
CEP 63030-440
tel. (88) 3572 2385

Distribuidor